quinta-feira, 1 de março de 2012

NO TOPO DA LISTA
Como melhorar sua visibilidade em sites de busca
O Google pode fazer mais por um profissional do que oferecer pesquisas pela internet. O sistema de buscas pode, por exemplo, direcionar um recrutador para o blog de um candidato a uma vaga de emprego, ajudar na promoção do marketing pessoal e até fazer com que o profissional conquiste clientes. Para conseguir isso é preciso entender como os famosos robôs inteligentes do Google – na verdade, softwares – decidem que um site é mais relevante que outros, colocando-o no topo da lista dos resultados.
Para satisfazer os robôs, é preciso recorrer a três letrinhas básicas: SEO, sigla do termo em Inglês Search Engine Optimization. Trata-se de um conjunto de técnicas que ajudam um site ou blog a ser mais facilmente encontrado por buscares como Google e Yahoo. A nutricionista Cristiane Cedra, de 26 anos, de São Paulo, fez isso e conseguiu obter resultados. Ao digitar a palavra nutricionista no Google, o primeiro endereço que apareceu na pesquisa é o de Cristiane. Graças às técnicas de SEO, o número de acessos em seu consultório aumentou em 70%. “Foi a maneira que encontrei para fazer marketing pessoal”. A visibilidade faz com que ela receba convites para entrevistas e para dar consultoria nutricional em empresas. Para manter o nome em destaque, Cristiane publica conteúdos e segue a orientação de um amigo consultor, especializado em SEO. Nem sempre é preciso recorrer a um expert para tirar proveito do Google. Veja as principais dicas:
1) Crie um blog em plataformas gratuitas, como blogger.com ou wordpress.com, que são mais amigáveis aos mecanismos de busca. Mantenha perfis profissionais no Twitter e no Linkedin. “Tudo isso vai ajudar o profissional a mostrar sua cara”, diz Luciano Neto, da Tescla.
2) Produza conteúdo de qualidade em seu site ou blog para chamar a atenção de profissionais de sua área. “Seu site terá mais chance de ser encontrado se tratar do tema”, ensina Leonardo Naressi, diretor de tecnologia da consultoria Direct Performance, especializada em SEO.
3) Não se esqueça de dar destaque para seu nome e profissão no site. Isso deve fazer com que você seja facilmente identificado nos resultados de busca. Procure fazer com que os outros sites publiquem um link com o endereço do seu site profissional ou blog, de preferência faça isso com sites que tratem de assuntos semelhantes ou complementares ao seu.
4) Na internet, repetir palavras-chave ajuda. É o que faz Luciano Marino, 27 anos de Cuiabá, dono do blog Louco Não, Publicitário, que encabeça a lista do Google quando se escreve publicitário na pesquisa. “Não me esforço para ser o primeiro”, diz Luciano, que é coordenador de marketing da Construtora Plaenge, que atua em Mato Grosso, Paraná e Mato Grosso do Sul. “Apenas uso palavras-chave no conteúdo das postagens.
5) Invista na popularidade. Quanto mais pessoas e sites apontarem para o link do seu blog profissional, maiores chances de você ser o número 1 do resultado da busca. Coloque o endereço do site no Twitter, Orkut, no grupo de discussões e no seu email. “Quanto mais links apontam para o seu site, mais o robô considerará você um autoridade no assunto”, diz Leonardo, da Direct Performance.
6) Não tem um site ou blog? Use o LinkedIn ou o Facebook para divulgar sua mensagem na web. O Google os enxerga, diferentemente do Orkut, que jamais aparece no resultado o buscador por questões de privacidade.
7) Para um bom resultado nas pesquisas com palavras-chave, um especialista se faz necessário. O preço de uma consultoria em SEO para pessoa física vai variar de 50 a 300 reais.
Por Françoise Terzian – Reportagem à VOCÊ S/A

Nenhum comentário:

Postar um comentário